segunda-feira, 28 de maio de 2012

Olivia - Unica - Forte!


                                                         Olivia a menina do Sorvete!


    Olivia uma menina simples que vivia sempre indo ao mercado para sua mãe, mas um dia ao decidir descer pela rua do lado esquerdo do mercado ( andando assim mais 2 quadras ) é surpreendida por um cachorro feio com tufos de pelos por todo o corpo ( faltando em algumas partes diga-se de passagem) ela resolve cruzar a rua para não passar perto do mesmo, porem ele levanta e vai se alinhando com ela conforme a mesma anda, ficando a cada passo mais aflita a menina resolve voltar para a rota de costume, mas é surpreendida ao virar de costas a mesma presença no meio da rua a alguns paços dela.. Quem? .. Um cachorro igual o que ela deixara a suas costas!

- Como assim? ( Olivia fala consigo mesma )
                   E ao virar para sua direita e tentar outra direção à mesma figura lhe aparecia!

      Olivia não pensa duas vezes e sai correndo para a direção contraria e com os olhos fechados ela corre pelo que pareceu ser alguns minutos e chega até outro local mais escuro, com uma praça abandonada cheia de capim seco pelos cantos e brinquedos enferrujados a menina resolve sentar no "meio fio" ( beirada da calçada para forasteiros descrentes ) e ao passar de alguns minutos ela recupera o fôlego.
- O que poderia ser aquilo, como isso é possível.
- Ainda bem que eu consegui sair de lá!
       Olivia ao virar a cabeça para o lado, Olivia avistara o cão horrendo ao seu lado de forma que pareceria preparar-se para um bote e com tamanha situação repentina ela se joga para frente com uma arrancada para sair de perto da besta com todas as suas forças, felizmente ela consegue facilmente, porem ao fazer isso ela se encontra localizada ao meio de uma rua e como era de se esperar um carro vinha pela mesma e sem diminuir nem por um segundo sequer, o carro (preto com desenhos cromados a sua volta, modelo Palio-wekeend )  acerta Olivia arremessando a mesma a mais de 7 metros até ela explodir contra o muro!

        E assim termina a pequena história que da final a vida de nossa querida Olivia que morreu com dor de cabeça e uma vontade de ter um cachorrinho.
Ahh! Sem deixar de contar que não fora possível reconhecer o corpo dela pela face somente pela arcada dentaria!

Nenhum comentário:

Postar um comentário